Por Alexandre Silva

/ Em Nuvem /

Postado em

maio 29, 2017

Desafios da área de TI resolvidos com o Microsoft OMS

Nas minhas visitas aos clientes, sejam eles grandes ou pequenas corporações, tenho notado cada vez mais que existe um gap entre as soluções implementadas e o monitoramento delas. Muitas vezes o cliente monitora algumas cargas de trabalho e deixam muitas outras de fora, seja por questão de licenciamento de software, pois para cada carga de trabalho exige um software diferente, ou pelo esforço necessário para implantar e manter toda essa infraestrutura.

Quando o cliente possui monitoramento para diversas cargas de trabalho noto um outro problema, que é a descentralização, pois para cada tipo de solução existe a necessidade de entrar em seu painel de gerenciamento para ter acesso às informações.

Diante disso eu vejo o Operations Management Suíte ou simplesmente OMS como alternativa, não só pela questão de poder centralizar tudo em um único painel, mas também pelos benefícios que ela nos traz que eu irei citar no decorrer deste artigo.

Para começar, estes são os quatro pilares da TI que o OMS abrange:

  • Capturar, analisar e tratar os eventos de sistema a partir das recomendações que são passadas pelo OMS.
  • Estar em conformidade com Segurança e Compliance.
  • Proteger e recuperar dados corporativos.
  • Automatizar e controlar ações.

Destaco algumas soluções que o OMS entrega:

Monitoramento: ele monitora a integridade do ambiente no quesito segurança, dando a visão de servidores desprotegidos e infectados com malwares e vírus, bem como o trafego suspeito de rede inclusive sendo capaz de mostrar de qual região do mundo está requisitando esse tráfego, identificando até o IP. Além disso, identifica servidores desatualizados e ainda possibilita auditar logins e ações de usuários e administradores.

Soluções de Backup: você pode implantar soluções de disaster recovery e backup dos dados, com monitoramento das atividades por meio de um alerta aos administradores caso algum backup falhe.

Automação: é possível automatizar uma tarefa baseando-se em um evento que foi tratado anteriormente, por exemplo, a partir de um evento do Windows posso disparar um script para resolver aquele erro caso ocorra novamente.

Assessment: soluções capazes de beneficiar com as recomendações para que o ambiente fique performático e dentro das melhores práticas. Um exemplo disso são as soluções de assessment de SQL e Active Directory, onde a partir de um simples agente instalado nos servidores, dá uma visão da integridade desses serviços e propõe melhorias baseando-se na criticidade de cada evento. Posso dizer que muitas ações que o OMS consegue detectar e propor as resoluções aos administradores, provavelmente passariam despercebidas caso não tivessem a ferramenta.

Service Map: Mapeia as conexões, portas e processos executados no servidor e identifica até mesmo a linha de comando que está sendo executada, assim como o IP do cliente que está conectado ao servidor e sua porta. Isso é muito útil para identificar ataques ao ambiente.

 

Para fazer a implantação do Microsoft OMS é necessário apenas a instalação de um agente em cada servidor que deseja monitorar, diferentemente do System Center que exige um projeto longo. Para algumas soluções como o Service Map, é necessário um agente adicional, porém muito simples de instalar.

Utilizar uma solução de monitoramento baseado em SaaS nos dá a liberdade de focar somente no gerenciamento das informações, dessa forma o administrador da TI focará somente no trabalho de análise e remediações do ambiente e deixando de lado a preocupação de cuidar do hardware que hospeda esse serviço, além disso todas atualizações e novas soluções são entregues automaticamente.

Ainda não se convenceu das facilidades que o Microsoft OMS proporciona? Posso citar mais algumas:

  • Visualização da saúde do ambiente como um todo em um único painel.
  • Possibilidade de monitorar diversas cargas de trabalho estejam elas on-premise, na nuvem da Microsoft, híbridos, AWS ou qualquer outro tipo de fornecedor.
  • Conexão com o Office 365 para monitorar e auditar as atividades de administradores ou usuários.
  • Envio de alerta customizados.

Eu poderia escrever várias páginas para cobrir todas as possibilidades que o OMS nos oferece, portanto eu os convido a explorar a solução e ver o poder da ferramenta. Uma dica que eu dou é acessar o https://experience.mms.microsoft.com/ e fazer um cadastro que é bem simples e a partir daí, navegar por alguns ambientes preparados pela Microsoft com dados fictícios para ter uma experiência de como as informações são exibidas.

Vimos então que com o OMS você poderá tratar diversas cargas de trabalho e ter o monitoramento completo que vai desde o nível de software até níveis de segurança avançados de todo o ambiente com a vantagem de ser muito simples de implantar e centralizando tudo em um único portal.

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *